quarta-feira, 10 de junho de 2015

C0NT0S CURTOS, DES-CONTOS

                         CONTOS CURTOS, DES-CONTOS
                                                (para ler duas vezes)

CAPRICHOSA
                            Marco Aurélio Chagas

Ela apareceu na infância dele e se fortalecia
com o afago dos pais que, inadvertidamente,
consentiam, solícitos, os caprichos veementes
do filho.

Sob sua influência, não via e nem ouvia outra
coisa além do que ele admitia.

Quando alguém discordava de sua maneira
de encarar as coisas ela aparecia e fazia valer
sua autoridade, desagradando-o.

Intransigente, não admitia a possibilidade de
um equívoco.

Em companhia dela produzia atritos
verdadeiramente lamentáveis no trato com os
demais.

Ela, em sua argúcia, se valia de disfarces,
como força de vontade, constância ou
empenho, para influenciá-lo a pretender
alcançar o almejado, preso da teimosia e da
cegueira.

Ela, quando agia, o levava a não admitir, em
hipótese alguma, variantes nem retificações
de nenhuma espécie.

O desgosto experimentado por sua causa, o
fez imaginar transformá-la «em empenho
consciente da vontade».

Para quem ainda não adivinhou, seu nome é
obstinação.

______________________________

BONECA INFLADA

                                Marco Aurélio Chagas

O desejo de ser admitida e o prazer pela
lisonja não escondiam a forte influência que
sofria daquela companhia que conhecera em
sua infância.

Em sua presença era impelida a inferiorizar os
outros e a ressaltar sua figura exaltando-a,
festejando os méritos ou qualidades próprios.

Diante de um êxito ou acerto ela se
pronunciava.

As faculdades da inteligência tinham o seu
livre exercício comprometido, causando sérios
prejuízos e levando ao descrédito aquela que
estava sob seu jugo.

Ela afetava seriamente não só sua palavra,
mas também a atitude e o gesto, obscurecendo
a mente e impedindo que ela visse e sentisse
 honestamente a justa medida do próprio conceito.

Agradava-lhe, sob seu manto envolvente e
impetuoso, que os demais fossem modestos e
dispostos a suportar sua vanglória.

E a envolvia de tal modo que ela se afastava
da realidade e isso a impedia de alcançar um
lugar de preferência entre os seus
semelhantes, porque incitada por ela, nunca o
poderia ocupar, pois fiticiamente realçava as
próprias qualidades.

Ao lado dela não era espontânea e se sentia
incômoda e insegura nos lugares que
frequentava.

Ofuscada como estava, sentiu que não
poderia continuar assim comprometendo a
sua liberdade e imbuída de uma força de
vontade, resolveu mudar o curso das coisas e
romper de vez com ela, abandonando-a em
sua jactância.

Nunca mais ela se atreveu a procurá-la.

Certamente referimo-nos à vaidade, a que
«fecha o entendimento e prostra a faculdade
de raciocinar ante a autoestima levada à
exaltação e até ao paroxismo.»

_________________________



Estes textos foram extraídos do livro CONTOS CURTOS - DES-CONTOS, disponível on line no site: http://www.bookess.com/read/1623-contos-curtos-des-contos/

Nenhum comentário:

LINKEDIN

LINKEDIN
CONSULTA pelo WhatsApp (31) 99612-2347

Marco Aurélio Chagas

Marco Aurélio  Chagas
Sócio Fundador desde 1976

ARTIGOS

ARTIGOS PUBLICADOS NO SITE DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE MINAS - ACMINAS

ARTIGOS PUBLICADOS NO SITE DA ACMINAS 1 - DESPESA DEDUTÍVEL - IRPJ - LUCRO REAL . Clique aqui para lê-lo. 2 - ITCD - PRAZO DECADENCIAL...

CONSULTA pelo WhatsApp

CONSULTA pelo WhatsApp
(31) 99612-2347 - AGENDE UMA CONSULTA

Eu no Twitter

LIVROS DE MINHA AUTORIA

LIVROS DE MINHA AUTORIA

CUNHA PEREIRA & ABREU CHAGAS - Advogados Associados

Palestra: PROCESSOS

Palestra: PROCESSOS

Meus Livros

Seguidores

HISTÓRIA DO ESCRITÓRIO

HISTÓRIA DO ESCRITÓRIO
ABREU CHAGAS & TARANTO